Pular para o conteúdo principal

ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DE GAMELEIRA ASSINOU O PRIMEIRO CONVÊNIO DO EDITAL DE QUALIFICAÇÃO DE AGROINDÚSTRIA DO PROGRAMA BAHIA PRODUTIVA.


Agricultura do distrito de GAMELEIRA E ADJACÊNCIA, município de Jaguarari, semiárido baiano, recebeu reforço, nesta ultima sexta-feira dia 04 de outubro, o valor de mais de 355 MIL REAIS de investimento, que vai beneficiar 140 FAMÍLIAS da região. ASSOCIAÇÃO DE MORADORES E PRODUTORES DA AGRICULTURA FAMILIAR DE GAMELEIRA, representada por SILVANA ALVES assinou o convênio do edital de QUALIFICAÇÃO DE AGROINDÚSTRIA do programa BAHIA PRODUTIVA. 

O Bahia Produtiva é uma ação do GOVERNO DO ESTADO, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), voltada para financiar projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado. 

O assistente territorial do BAHIA PRODUTIVA, AILTON CESAR, explicou que o intuito da ação é gerar renda e mais oportunidade de emprego para as famílias do rural baiano. “o projeto atende os agricultores familiar do município, ajudando a desenvolver atividades produtivas ligadas a agroindústria de frutas para produzir polpas, geleias, sucos... Um conjunto de produtos beneficiados que agregam valor à produção e colocam com mais qualidade esses produtos no mercado”. 

Para a representante da organização SILVANA ALVES, o convênio veio como uma grande oportunidade para potencializar os quatros grupos produtivos. “com essa proposta teremos a oportunidade de adequar a agroindústria, certificar a produção e elevar os índices de produção gerando renda e agregação de valor à produção local”. 

O chefe da (CAR), (SETAF) senhor do Bonfim, PAULO MARTINS ressaltou. “Entre os mais de 800 interessados, e mais de 100 escolhidos, este foi o primeiro projeto contemplado e ASSINADO A EXECUÇÃO DA OBRA, Gameleira hoje é destaque em relação agroindústria”. 

Também estiveram presentes, técnico de base do projeto mais gestão (HUMANA BRASIL), MAURICIO; Técnico em agroindústria do PRÓ-SEMIÁRIDO, NELSON

Portall Gameleira

CONFIRA AS FOTOS:



Comentários

Postar um comentário


Parceiros do Portall Gameleira:


Postagens mais visitadas deste site.

VEREADORES E PRÉ-CANDIDATOS DE JAGUARARI, CONFIRMAM APOIO A PRÉ-CANDIDATURA DE SEU ANTÔNIO A PREFEITO.

Em reta final para as filiações "JANELA PARTIDÁRIA", uma reunião realizada nesta sexta-feira (03/04) com os vereadores e pré-candidatos de Jaguarari. Foi confirmado apoio a pré-candidatura de SEU ANTÔNIO. Na ocasião, todos CONFIRMARAM que estão com EX-PREFEITO SEU ANTÔNIO no projeto de desenvolvimento para Jaguarari e região.
Estiveram presente os vereadores com mandato: FRANCO MELLO, JOSIMAR ZUZA, NENÉM DO CATUNI, WILLIAM ROGERS e os pré-candidatos: PRESENÇA, ANDRÉ NASCIMENTO E MARCÃO.
POrtall Gameleira

DOS 13 VEREADORES DE JAGUARARI, 08 SE FILIARAM AOS PARTIDOS DA COLIGAÇÃO DO EX-PREFEITO SEU ANTÔNIO - PT E PCDOB.

Terminou neste sábado (04/04) o prazo para FILIAÇÃO PARTIDÁRIA de pessoas interessadas em disputar as eleições municipais deste ano.
O pré-candidato a prefeito SEU ANTÔNIO, que por duas vezes consecutivas foi prefeito do município de Jaguarari; demostra está bem organizado e prestigiado para a disputa eleitoral que se aproxima; é o ÚNICO pré-candidato a prefeito com sua pré-candidatura oficializada e APRESENTADA ao município até a presente data.
Dos 13 VEREADORES da Câmara Municipal de Jaguarari, 8 SE FILIARAM aos partidos (PT e PCdoB), partidos da coligação que apoiam a pré-candidatura do ex-prefeito SEU ANTÔNIO, que também terá o apoio dos possíveis pré-candidatos a vereador filiados no Partido dos trabalhadores (PT), e no Partido Comunista do Brasil (PCdoB).
Confira os nomes dos VEREADORES e filiados, possíveis PRÉ-CANDIDATOS a um cargo na CÂMARA MUNICIPAL DE JAGUARARI, pelos dois partidos.
PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT): Budé da Juacema; Neném do Catuni; Val do Jacunã; André Nascimento…

CORONAVOUCHER: QUEM PODE RECEBER O BENEFÍCIO DE R$ 600 E COMO SERÁ DISTRIBUÍDO.

O Senado aprovou nesta segunda-feira (23) o projeto que distribui auxílio emergencial no valor de R$ 600, durante três meses, a trabalhadores autônomos, informais e com renda intermitente inativos (que têm vínculo de trabalho mas não estão trabalhando por falta de demanda). O objetivo é que esses trabalhadores consigam se sustentar durante a crise provocada pelo coronavírus.
O valor pode chegar a R$ 1.200 por família no caso de mães que sustentem uma família sozinhas.
O projeto de lei 1.066, de 2020, irá conceder o benefício a trabalhadores que se enquadrarem nas seguintes exigências:
· ter mais de 18 anos
· não ter emprego formal (em regime CLT ou como servidor público) ou ter contrato de renda intermitente ativo
· não receber benefícios, como aposentadoria, seguro-desemprego ou programas de transferência de renda do governo, com exceção do bolsa família
· ter renda familiar mensal por membro da família de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familia…